PNL-O PNL tem como objectivo principal elevar os níveis de literacia dos portugueses e aspira a colocar o nosso país a par dos nossos parceiros europeus.
Para tal, pretende: promover a leitura, valorizar as práticas pedagógicas e outras actividades que estimulem o prazer de ler entre crianças, jovens e adultos; criar um ambiente favorável à leitura em contexto escolar, familiar e outros âmbitos sociais; desenvolver a acção de professores e de mediadores de leitura, formais e informais; consolidar e ampliar o papel da Rede de Bibliotecas Públicas e da RBE no desenvolvimento de hábitos de leitura; atingir, de forma gradual, melhores resultados na avaliação do nível de literacia da população.
As listas de autores, livros e ilustradores aprovados pelo PNL foram elaboradas a partir da consulta a escolas de todo o país, através da apresentação dos títulos mais lidos e procurados pelos alunos nos diferentes níveis de escolaridade.
Os critérios definidos para a elaboração das listas são: grande diversidade de estilos e colecções, obras em poesia, prosa, teatro, clássicos de literatura infanto-juvenil, histórias tradicionais, temáticas contemporâneas, autores portugueses e estrangeiros, já consagrados, recentes e estreantes.



PAM
O Ministério da Educação (ME), tendo em conta o diagnóstico realizado pelos professores, definiu um Plano de Acção para a Matemática ( Plano I e Plano II), assumindo a responsabilidade pela criação de condições inovadoras para que as escolas possam desempenhar um papel preponderante neste desafio, no âmbito do exercício da sua autonomia.Aproveitando o desafio e o facto de a escola ter como objectivo melhorar os resultados dos alunos dos 2.º e 3.º ciclos na disciplina de Matemática, o Órgão de Direcção da Escola, em conjunto com o conselho pedagógico e com os grupos de Matemática, elaboraram o projecto que contempla:
O diagnóstico, incluindo as classificações dos alunos na disciplina no ano lectivo anterior;
Os objectivos a atingir, nomeadamente metas concretas para melhorar os resultados dos alunos;
As estratégias de intervenção, designadamente:
- A constituição de equipas de docentes que permitam o acompanhamento dos alunos pelos mesmos professores ao longo de um ciclo de escolaridade;
- O reforço do tempo dedicado ao trabalho na disciplina de Matemática, através da
rentabilização das áreas curriculares não disciplinares, como o Estudo
Acompanhado;
- O reforço das equipas de Matemática para trabalho em sala de aula.
Os recursos necessários, nomeadamente;
- Recursos humanos: docentes da escola e do agrupamento, nas componentes lectiva e não lectiva;
O acompanhamento e avaliação interna do projecto.



Projecto Promoção para a SaúdeÉ um Programa de Prevenção Escolar e Familiar da Toxicodependência promovido pela Câmara Municipal de Famalicão devendo ser aplicado, principalmente a adolescentes a partir do 6º ano de escolaridade, nas Áreas Curriculares Não Disciplinares (FC ou AP).
Tem como principal objectivo, alertar os alunos para os malefícios do tabaco, álcool e outras drogas, tentando que os mesmos não as consumam. Visa ainda, consciencializar os adolescentes que o contacto com estas substâncias deve ser adiado o mais possível, reduzindo assim o consumo problemático das mesmas. Os professores, alunos e família têm ao dispor manuais com fichas para desenvolver este tema.

Desporto Escolar

O projecto do Desporto Escolar faz parte integrante do Projecto Educativo e do plano de Actividades da Escola.

Missão do Desporto Escolar

Contribuir para o combate ao insucesso e abandono escolar e promover a inclusão, a aquisição de hábitos de vida saudável e a formação integral dos jovens em idade escolar, através da prática de actividades físicas e desportivas.

O Desporto Escolar pretende envolver todos os alunos da escola proporcionando-lhes oportunidades de prática de actividades físicas e desportivas ao nível extracurricular.